CANIBALLS-CUP

Caniballs Cup 2018

Caniballs Cup é o campeonato interno do Caniballs. Muitos atletas esperam ansiosamente pelo fim do ano para participar. Esse campeonato consiste em dividir os alunos de cada categoria em times (onde eles escolhem nome do time, capitães, estratégias…) que jogam entre si. Essa é a visão de quem vê de fora, que nem imagina a sensação de jogar lá. Quem está respirando o Caniballs Cup, vê outra coisa totalmente diferente. Vê a união, a garra, a competição e, o mais importante de tudo, a diversão.

Todos estão ali pelo seu time, eles transpiram aquilo, aquele momento. É muito fácil ver no rosto de cada um a vontade de vencer, a sideline fervendo de gritos e incentivos, mas, além de tudo, de rir ao lado dos seus amigos e até fazer novas amizades. Porque esse é o intuito do campeonato, retomar sempre a ideia de #tribo do Caniballs, porque somos uma grande família. Apoiamos uns aos outros sempre.

Esse evento é importante por alguns porque é uma oportunidade para conseguir demonstrar o desenvolvimento pessoal, seja do time de desenvolvimento, sub-16 ou feminino; o momento para aliar esse desenvolvimento pessoal com o trabalho em equipe, em conjunto; uma forma de ajudar os treinadores a enxergarem e avaliarem o desenvolvimento de todos; uma maneira dos treinadores principais avaliarem a base pro próximo ano de campeonato; a hora certa de descontração, de zoar seus amigos, de comemorar e de chorar.

O Caniballs também premia os que se destacam, e como muitos anseiam o campeonato, todos querem um pedacinho dos prêmios. Diferente de muitas competições, concedemos prêmios por posição (recebedor, defensor, blitzer e quaterback) e para o atleta que mais teve atitudes de fair play e o melhor líder, a partir de estatísticas e os votos dos treinadores.

Esse ano, tiveram grandes revelações dos novatos. Aquela frase “a base vem forte”, se enquadra muito bem no Caniballs. E esse é mais um quesito importante do campeonato, o evento é para todos, mas principalmente para os iniciantes pegarem o ritmo de jogo, regras, trabalho de equipe e entrosamento entre eles e os veteranos.

Além de tudo isso, de todos os jogos, dos diferentes times, se foram criados logos ou se fizeram camisetas, no fim de tudo, somos todos Caniballs, com muito amor e orgulho.

MVP’s

Adulto Masculino

  • MVP QB – Anderson Martins (Ratata)
  • MVP Receiver – Lauro Wasuke (Máquina do Mal)
  • MVP Blitzer – Bruno Siqueira (Quebrada)
  • MVP Defender – Patrick Costa (Ratata)
  • MVP Fair Play – Rafael Bittencourt (Bode Respiratório)
  • Melhor Líder – Reinaldo Andrade (Bode Respiratório)

Adulto Feminino

  • MVP QB – Fernanda Contento (DFlag)
  • MVP Receiver – Tayenni (Las Tequileras)
  • MVP Blitzer – Iara Moreira (Las Tequileras)
  • MVP Defender – Giovanna Rodrigues (Las Tequileras)
  • MVP Fair Play – Samantha Leeto (Little Monsters)
  • Melhor Líder – Leticia Ramos (Las Tequileras)

Infantil Sub-16

  • MVP QB – Joao Marcos
  • MVP Receiver – Talles Lage (Melhor que 49ers)
  • MVP Blitzer – Rafael Jorge (Melhor que 49ers)
  • MVP Defender – Pedro Rebelo (Tebow Daciolo)
  • MVP Fair Play – Miguel Atanes (Tebow Daciolo)
  • Melhor líder – Pedro Rebelo (TebowDaciolo)

Avaré Bowl 2018

No último domingo, o Caniballs foi até a cidade de Avaré, no interior de São Paulo, para disputar um dos mais tradicionais bowls do interior: o Avaré Bowl.

Organizado pela equipe da cidade, os Scorpions Flagfootball, o bowl esteve em sua quinta edição e contou com a presença de quatro fortes equipes: Atibaia Super Chargers, equipe que assim como nós marcou presença na pós temporada do paulista no ano passado, Guarani Indians, equipe que vêm invicta na conferência caipira do campeonato de 2018, nós e os donos da casa, o Avaré Scorpions, equipe que conta com um título paulista e que sempre figura como favorita nas competições em que disputa.

No nosso primeiro jogo, enfrentamos a equipe do Indians, e, após um primeiro tempo apertado, com as equipes trocando muito a passe de bola e sem conseguir pontuar, voltamos do intervalo com força total e abrimos 20 pontos no placar, com destaque para o nosso QB Lucca que lançou três touchdowns (e terminou a competição como MVP), um deles para o WR estreante Lucas Araujo.

Já no final da partida, o Indians deu números finais ao placar, fechando o jogo em 20 x 6 para a tribo, que faria a final contra o Avaré Scorpions.

A partida final começou de forma intensa, com o time da casa abrindo o placar já na primeira pose de bola (7 x 0). O primeiro tempo passou sem que nossa equipe conseguisse produzir muito ofensivamente, porém em contrapartida, nossa defesa se ajustou e não permitiu mais pontuações do adversário, levando o placar adverso de 7 a 0 para o intervalo.

Na segundo tempo o jogo continuou intenso para ambos os lados, com as defesas se sobressaindo, até que, no inicio do último quarto, conseguimos nosso touchdown. Porém, com um erro na conversão do extra point a partida permaneceu um favor do Scorpions em 7 a 6.

Já no final do jogo, a tribo cedeu mais um touchdown ao adversário, na esperança de recuperar a posse de bola e tentar virar a partida nos últimos segundos, mas a virada não veio. Placar final de 13 a 6 em favor do Avaré Scorpions, que venceu pela quarta vez o Avaré Bowl.

Apesar da derrota, fica para a tribo a sensação de dever cumprido. Pela primeira vez em nossa curta história, conseguimos chegar até a final de um bowl e levamos para casa nosso primeiro troféu.

Fica agora todo o aprendizado e experiência para o restante da temporada, que será muito complicado. O Caniballs volta a campo no dia 05/08 contra a Ponte Preta Gorillas, em partida que pode definir a vida da equipe no campeonato Paulista de Flag da APFA. 

Agradecemos imensamente ao Avaré Scorpions pela recepção e pelo ótimo evento organizado, assim como aos nossos amigos do Atibaia Super Chargers e do Guarani Indians!